Fibra de conteira é uma aposta dos Açores para substituir o plástico

Foi hoje publicado, no jornal Correio dos Açores, o artigo onde o nosso investigador Telmo Eleutério, no âmbito do projecto de doutoramento, aprofunda as características da planta Conteira e os princípios de sustentabilidade e economia circular.

Por ser uma planta “oportunista” e classificada como invasora, a conteira está a ser estudada como uma
alternativa à produção de artigos descartáveis que são, por norma, feitos a partir de plástico.

É abordada ainda a parceria com a Cooperativa União Agrícola para o desenvolvimento do projeto e respetivos objetivos.

Actualmente, conta o investigador, relacionados com a fibra extraída a partir da Conteira existem dois projectos financiados, sendo um deles levado a cabo através de uma parceria estabelecida com a Associação Agrícola de São Miguel, cujo objectivo passa por “produzir utensílios básicos e de utilização rápida do dia-a-dia, tanto para uso doméstico como para empresas, como por exemplo diferentes tipos de embalagens que permitam reduzirmos a pegada ambiental”.

O artigo pode ser lido na integra aqui.